Dicas de como montar um altar para Kwan Yin

Estamos numa época em que a energia da quinta dimensão se tornou acessível à todos. A quinta dimensão é uma frequência vibratória. Então, mesmo estando aqui, no mundo concreto, caótico, pandêmico, enfim, desafiador, podemos elevar nossa frequência vibratória e manter um estado de consciência mais elevado, por meio de sentimentos, atitudes e valores que vibram nesta frequência.

Há muitas atitudes individuais que ajudam a sustentar esta vibração. Por exemplo: fazer uma caminhada na natureza, fazer pranayamas, praticar atividade física que ative a inteligência do corpo, entoar mantras, meditar, expressar-se por meio das artes, ler bons textos, livros inspiradores.

Enfim, há inumeros recursos para manter nossa frequència vibratória elevada. E um facilitador para lembrarmo-nos de sustentar nossa alta frequência, é termos um altar em casa.

Este altar traz a lembrança da nossa escolha humana e divina.

E, sem querer, me deparei com este texto abaixo, muito didático e explicativo do dharmadhannyael.blogspot.com, e não resisti e trouxe esta informação preciosa para minha página.

Olha que preciosidade encontrada na simplicidade. Amei!!!É um altar para nossa Amada Mestra Ascensionada Kwan Yin, que tem informações sobre o signifiado de várias peças. Não deixem de ler e curtir:


Altar para Kwan Yin


Coloque Kuan Yin no centro, e faça a disposição das oferendas de forma circular à sua frente. São elas:


- Velas: amarela, rosa e azul, pois representam a chama trina do amor divino, sabedoria divina e poder divino. As velas são direcionadas à luz no caminho, na vida.

- Incenso – representa os preceitos e regras que precisam ser conscientizados e seguidos na vida.

- Flores – representam a caridade – para com o próximo e as recebidas do Universo.


- Duas águas – uma pura e outra perfumada (pode-se usar essências ou ervas perfumadas trabalhando a intenção). Após a consagração da águas; a perfumada pode ser usada para aspergir sobre o altar, no ambiente. A água pura para tomar, ou tocar os chacras, visando harmonização.

- Concha – representa os conhecimentos: os adquiridos e os que estão porvir, e a transmissão dos mesmos.

- Fruta – essa oferta é para que se alcance a paz, a luz interior, ou seja, para receber os benefícios da meditação Samadhi.

Buddhas e Bodhisattvas não possuem qualquer aspecto ou forma únicos. No entanto, nós, como seres sencientes que vivem em um mundo material, temos a necessidade de criar uma maneira de lembrar as qualidades dos Buddhas e Bodhisattvas. Uma dessas maneiras é através da criação de imagens em papel, pano, metal, pedra, etc.


Contrariamente à opinião popular, as imagens tem existido desde a época do Buddha Sakyamuni. Elas surgiram a partir de um incidente em que logo após em que Buddha foi pregar o Dharma para sua mãe nos céus, o rei e muitos outros sentindo a sua ausência, fizeram uma imagem dele em sândalo.

Assim a presença de uma imagem serviu como representativo da presença de Buddha. Por outro lado, a imagem é uma representação das idéias abstratas ( como Compaixão e Sabedoria ).

Os diversos sinais manuais ( mudras ) e implementos rituais na iconografia tem significados mais profundos, e alguns deles estão também associados à Kwan Yin tais como listados abaixo:

Objeto e Simbolismo

- Lotus (padma) Pureza, Transformação das impurezas internas para as qualidades do Buda.

- Jóia ou gema (mani), capacidade de conceder os desejos (os bons claro!) aos seres sencientes.

- Rosário de cristal com esferas de quartzo. Lembrete para os seres sencientes para recitar seu mantra Om Mani Padme Hum com concentração e determinação. O Quartzo branco Iluminado, também é uma pedra sagrada.

- Arco e flecha. A derrota das quatro forças negativas

- Vaso de néctar. Também representa o alívio dos sofrimentos e este néctar é o alimento dos fantasmas famintos. Sabedoria satisfazendo a sede da ignorância.

- pele de antílope. A única maneira de superar o ódio é através da compaixão universal

- salgueiro. A cura da doença do corpo e da mente.

- palma da mão voltada para fora com os dedos apontando para o chão. O gesto de caridade para com todos.

- palma da mão voltada para fora e apontando para cima. A outorga de coragem a todos.

- Manto branco ou da cor branca. O branco representa a pureza absoluta do corpo, fala e mente de Buddha.

E assim, podemos montar nosso altar, com especial cuidado, pois todas as suas peças contém a energia que queremos para nossa casa, nosso mundo.


131 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo